Como iniciar uma criação de gado de leite e se tornar produtor?

Produtoras de leite

Apesar da pecuária de corte ser dominante no Brasil, o investimento na pecuária leiteira tem crescido todos os anos.

Se você está pensando em iniciar uma criação de gado de leite, precisa ter em mente que o planejamento é uma etapa indispensável, e não pode ser ignorada.

A produção leiteira, se bem empregada, pode ser uma fonte muito lucrativa, mas para que ela seja viável, é preciso conhecer as questões que envolvem o manejo do gado leiteiro.

Não adianta resolver se tornar produtor, sair comprando algumas cabeças de gado e equipamentos, sem elaborar um plano adequado para evitar prejuízos. 

Pensando nisso, preparamos este texto com algumas etapas fundamentais para que você comece uma produção sólida, sem erros e com um bom potencial produtivo. Confira.

Primeiros passos: planeje-se e invista em conhecimento

Iniciar um empreendimento para produção de leite, assim como qualquer negócio, exige planejamento e conhecimento, além de vontade de aprender – mas lembre-se que a prática é sempre a melhor escola. 

A questão é que, iniciar qualquer negócio sem considerar esses fatores essenciais pode ser um risco para os investimentos e indicam grandes dificuldades no futuros que poderiam ter sido evitadas.

Dedicar tempo para avaliar, pesquisar, estudar e definir cuidadosamente cada passo do processo é fundamental.

Questões como a escolha do melhor tipo de animal para sua região, a instalação das estruturas, o manejo do gado leiteiro, devem ser acertadas e contribuírem para o futuro desenvolvimento do negócio.

Vantagens e desafios da produção leiteira no Brasil

Como qualquer atividade que exija dedicação e trabalho, a pecuária leiteira traz consigo vantagens e desvantagens, por isso, é necessário analisar a viabilidade de cada projeto, ter bem definido seus objetivos e se ocupar com um planejamento dentro de sua realidade.

Vantagens

  • A pecuária leiteira pode ser desenvolvida em pequena ou larga escala, e ser adaptável ao perfil econômico e produtivo de qualquer um que queira começar;
  • Com o aumento na demanda de leite, este tipo de pecuária pode se tornar uma boa fonte de renda para pequenos e médios produtores;
  • A estrutura para iniciar uma pequena produção de gado leiteiro requer baixo investimento;
  • O leite é um alimento amplamente consumido em todas as regiões do Brasil, o que sugere ótimos retornos lucrativos.

Desafios

  • Produzir um leite de alto nível e de qualidade dentro do esperado;
  • A obtenção de lucros maiores requer grandes investimentos;
  • O preço dos produtos veterinários e dos suplementos alimentares costumam ser altos e demandam grande quantidade;
  • O grande volume de atividades que requerem atenção e boa execução, como o cuidado com os animais e com a propriedade, as instalações, os equipamentos, a higiene dos animais e do espaço, mão de obra, armazenamento do leite, entre tantas outras.

Como iniciar a produção de leite

Veja alguns dos principais fatores para se atentar ao tomar a decisão de se tornar produtor leiteiro.

Um lugar adequado para a criação

A escolha do local é muito importante, é preciso avaliar o tamanho da propriedade e qual a quantidade ideal de animais que ela comporta confortavelmente.

É preciso garantir pasto de qualidade e com espaço suficiente para instalações básicas como o curral, a sala de ordenha e o estábulo, definir as melhores formas de cercar o terreno para evitar fugas e a disponibilidade de água para os animais.

Com 1 hectare de terra já é possível começar uma pequena criação. A escolha do sistema de criação para sua propriedade é, também, um fator a ser levado em consideração: Veja os mais comuns:

  • Extensiva: Criação a pasto;
  • Semi-intensivo: animais criados a pasto com alimentação fornecida depois da ordenha;
  • Intensivo: animal leiteiro mantido em galpões e alimentados no cocho.

Instalação das estrutura de criação

É fundamental definir os lugares mais adequados para estruturar sua propriedade para a devida instalação do curral, da sala de ordenha e do estábulo.

Questões como o tipo de terreno, drenagem, o comportamento dos ventos e volume de chuvas, são essenciais para evitar falhas e comprometimento da criação.

A escolha do gado que se adapta melhor a sua região

Outra questão importante é a raça de gado que você escolherá para fazer parte do seu rebanho, existem muitas, mais ou menos adaptáveis ao clima. 

A escolha certa evita riscos de prejuízo na produção devido à temperatura, e as condições da região.

As características de cada animal avaliado devem levar em consideração seu potencial produtivo e resistência à doenças e parasitas.

Implementação de boas práticas de manejo

Além de uma alimentação e suplementação adequada e de qualidade, é de extrema importância o cuidado com a saúde do gado leiteiro, afinal, a qualidade de vida do animal está diretamente ligada a produtividade do seu negócio.

A higienização do local e do animal são essenciais para não contaminar o leite, evitar perdas e baixa na qualidade.

O esforço deve ir na direção de proporcionar o maior bem-estar possível a suas vacas, para que elas se sintam felizes e confortáveis. 

Investimento em equipamentos

Investir em equipamentos faz parte do processo de estruturação da sua fazenda,  como utensílios de ordenha e para higiene.

A ordenha exige um ambiente limpo, e o uso frequente de produtos para desinfecção.

Pesquise qual método se encaixa melhor no seu começo, se a ordenha manual (mais barata e de fácil implementação) ou a mecânica (que torna o processo mais rápido e ágil).

Esses foram alguns pontos cruciais para você iniciar sua produção com o pé direito.

Planejamento, organização e conhecimento são fatores indispensáveis para todo o processo de produção e garantem uma sobrevivência duradoura e lucrativa. Agora é arregaçar as mangas e colocar a mão na massa.

Conteúdo relacionado:

Milk Meter: Como fazer a manutenção

O leite é a maior fonte de nutrientes durante os primeiros meses de vida, proporcionando uma infância saudável. Também auxilia no desenvolvimento da juventude e